Aniversário da Cidade

No dia 10 de abril, às 15 horas, realizar-se-á na Câmara Municipal de Juquiá, Sessão Solene em comemoração ao 67º aniversário de Emancipação Política Administrativa de nosso município. Na ocasião serão homenageados cidadãos que contribuiram para o desenvolvimento socioeconômico da cidade.

 

HOMENAGEADOS:

Pastor José da Silva Santos

José Raimundo dos Santos

Igreja Brilha Jesus

Dep. Ver. Est. Caio França

Governador Geraldo Alckmin

Sueli dos Santos Silva

Dra. Yvete Miyoko Hattori

Valdete Gonçalves dos Santos

Doutor Ênio Palazzi,

Doutor Nelson Segnini Bossolam

Doutor Lício de Sousa Brígido

Senhora Beatriz Morato de Almeida Correia

Senhora Walquiria Pontes de Oliveira

Isaura Esteves de Oliveira

Professora Eliza Maria Rodrigues de Macedo

Maria Aparecida de Aquino Yoshida

 

A Prefeitura Municipal também organizou alguns eventos, confira abaixo:Convite 10 abril frente

 

Convite 10 abril verso

Campanha permanente de combate ao Aedes aegypti

zika

Marcos Damasio (PR), atento aos números crescentes de casos de dengue, chikungunya e zika vírus no Estado de São Paulo e ao fato de que, devido às variações climáticas, o mosquito Aedes aegypti, transmissor das três doenças, não está mais restrito aos verões quentes e chuvosos, propõe mais um projeto de lei para reforçar o combate ao mosquito.

Depois doPL 120/2016, de autoria do parlamentar, que proíbe o uso de pneus em estacionamentos ao ar livre, para evitar o acúmulo de água e um possível criadouro, Damasio pede que a campanha estadual de conscientização e combate ao Aedes aegypti seja permanente.

NoProjeto de Lei 250/2016, a ação consiste em ampla campanha publicitária nos veículos de comunicação em geral (jornais, revistas, rádio, TV, internet etc.); cartazes que serão afixados em órgãos públicos; e cartilhas, que serão distribuídas à população.

Também está previsto no documento a inclusão de atividades educativas e informativas nas escolas da rede estadual de ensino, podendo se estender à rede municipal por meio de convênio.

"Não bastassem esses números alarmantes da dengue, temos de enfrentar a chikungunya e a zika, três doenças que são transmitidas pelo mosquito Aedes aegypti. E fica cada vez mais claro que a participação da população é imprescindível no combate ao mosquito, que não tem mais estação certa para atacar, daí a necessidade de uma campanha permanente", argumenta o republicano.